Conheça Sintra, a vila portuguesa que encantou Lord Byron - DPB Intercâmbio
Connect with us

Conheça Sintra, a vila portuguesa que encantou Lord Byron

386982-svetik

Dicas de Viagem

Conheça Sintra, a vila portuguesa que encantou Lord Byron

No século XIX, durante uma visita a Portugal, o poeta britânico Lord Byron apaixonou-se por Sintra, uma charmosa vila que fica a cerca de 30 km de Lisboa. O encanto foi tanto que, em um de seus poemas, Byron se refere ao lugar como “glorioso Éden”. O poeta sabia bem o que dizia: Sintra é cheia de encantos naturais e arquitetônicos. Não por acaso, a vila foi classificada pela Unesco como Patrimônio Mundial no quesito Paisagem Cultural, título mais do que merecido.

Mesmo que sua estadia em Portugal seja curta, não se preocupe em reservar um dia todo para o passeio em Sintra. As várias atrações vão fazer a visita valer a pena, e agradam desde os que gostam de caminhadas ao ar livre até os apaixonados por história. Abaixo, algumas razões para incluir Sintra no seu roteiro.

História e cultura

O Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros são duas das principais atrações. O primeiro fica no alto da Serra de Sintra, em meio ao Parque da Pena, e chama atenção pela mistura de estilos arquitetônicos. É uma construção extravagante, com influências do romantismo do século XIX, e que pode ser vista de qualquer ponto do parque.  O Castelo dos Mouros tem origem muçulmana e medieval. Em 1840, as ruínas foram tomadas por Dom Fernando II (responsável também pela reforma do Palácio da Pena) e recuperadas em estilo romântico. Cerca de 100 anos depois, o castelo recebeu nova reforma, que permanence até hoje. Nas dependências do castelo, há exposição de artefatos encontrados durante escavações na área. Sintra também reúne vários museus. Neste link, há informações sobre exposições, horários e preços.

 Palácio da Pena é uma das principais atrações culturais | Foto: Acervo do Museu Nacional de Etnologia

Palácio da Pena é uma das principais atrações culturais | Foto: Acervo do Museu Nacional de Etnologia

Artesanato

Já no caminho da estação ferroviária até o centro histórico, você vai encontrar diversos artesãos expondo seus trabalhos pelas calçadas. De bijuterias a pinturas, tudo é feito a mão e muitas vezes na hora, para quem quer levar pra casa uma lembrancinha original de Sintra. As lojinhas do centro da cidade também são cheias de produtos artesanais para quem não abre mão de um souvenir. De acordo com o site da cidade, a Câmara Municipal de Sintra incentiva o trabalho dos artesãos locais, que recebem um selo de qualidade do artesanato, uma espécie de reconhecimento da autenticidade dos trabalhos. Por lá  existe também uma associação de artesões, a GAVE – Grupo de Artistas Vale da Eureka que promove feiras e exposições.

 

Gastronomia

Se a idéia é aproveitar o melhor da culinária portuguesa, em Sintra não faltam opções. A vila é cheia de restaurantes, bares e cafés. Uma sugestão é o Miradoura da Vila, na viela Miradouro da Ferraria, no caminho para o Castelo dos Mouros. É um restaurante pequeno e caseiro, com terraço com vista para a vila. Se parar por ali, prove o bacalhau com natas, prato típico português, e uma taça de vinho verde.  Outro ponto que vale a visita é o Cantinho do Lord Byron, que fica na rua da Ferraria. O lugar, com ares de boemia, presta uma homenagem ao poeta. A dica para quem passa pelo Cantinho é sentar em uma mesinha da calçada, apreciar a música dos artistas de rua e tomar pelo menos uma Ginja (licor de cereja servido em copinho de chocolate, que custa apenas 1 euro).

Cantinho do Lord Byron é ponto com ares de boemia | Foto: Acervo do Museu Nacional de Etnologia

Cantinho do Lord Byron é ponto com ares de boemia | Foto: Acervo do Museu Nacional de Etnologia

Como chegar

A melhor forma de ir até Sintra é de trem, partindo da estação Rossio, no centro de Lisboa. O bilhete único custa €2.15. Comprando com o retorno, o valor total é €4.30, e a viagem dura aproximadamente 40 minutos.

Carolina tem diploma de jornalista e sonho de ser escritora. Gosta de conhecer lugares e pessoas. Um dia pensou em se encontrar, mas já desistiu dessa loucura. www.carolbtr.com

To Top