Cuidar da saúde na Irlanda exige atenção com leis e escolha do pacote de seguro - DPB Intercâmbio
Connect with us

Cuidar da saúde na Irlanda exige atenção com leis e escolha do pacote de seguro

20150128175718000000-1

Essencial

Cuidar da saúde na Irlanda exige atenção com leis e escolha do pacote de seguro

A Irlanda oferece aos europeus que moram no país os mesmos direitos que os irlandeses para cuidar da saúde. Não-europeus, no entanto, recebem cuidados limitados e devem ficar atentos às exigências da imigração. Para um intercâmbio, o Irish Naturalisation and Immigration Service exige que o estudante tenha um seguro privado com cobertura para acidente e doença ao aplicar para o visto. Turistas ou estudantes de curta permanência (até 90 dias) não precisam desse seguro, mas devem seguir as exigências dos países que participam do Tratado de Schengen para o seguro obrigatório de viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

 

Saúde privada

Quem estuda na Irlanda ou trabalha para alguma empresa no país encontra suporte à saúde nos pacotes de serviços privados disponibilizados pelas seguradoras. As mais conhecidas são a VHI, Laya Healthcare, Hibernian Aviva, GloHealth e HSF Health Plan.

Com o seguro em mãos, é importante o paciente saber como ele funciona. Grande maioria tem parceria com hospitais e clínicas. Normalmente, você paga a consulta ou exame e depois é reembolsado pela despesa parcial ou total.

Qualquer dúvida sobre cobertura dos seguros e o sistema de saúde da Irlanda podem ser esclarecidas com o Health Insurance Authority (HIA), que é o órgão regulador das empresas de seguros de saúde na Irlanda. O instituto monitora as operações dos negócios de seguros de saúde e aconselha o Ministro da Saúde em suas decisões. No endereço eletrônico do HIA é possível também fazer uma comparação entre os serviços fornecidos pelas diferentes seguradoras no país.

Vale lembrar que, ao buscar tratamento, a Irlanda incentiva as pessoas a passarem por um clínico geral antes de conseguir uma consulta com especialista. As clínicas dificilmente marcam a primeira consulta direto com o médico de uma área específica. Com a carta de referência do GP (clínico geral), o paciente pode, então, procurar o médico de uma determinada especialidade.

 

Reembolso a trabalhadores com seguro pago pela empresa

Desde 16 de outubro de 2013, a Irlanda oferece benefícios com reembolso de 20% da carga fiscal dos seguros de até €1000 euros para cada adulto.

Quando um empregador paga pelo seguro de saúde de um empregado, o empregado pode aplicar para o Benefit in Kind (BIK). Este BIK é calculado com base na taxa de impostos que o funcionário paga e sobre o salário bruto. Como o empregador não pode reivindicar benefícios fiscais em nome de seus empregados, o funcionário tem direito a pedir reembolso de 20% das taxas sobre seguro médico privado. O formulário que permite aos funcionários reivindicar o reembolso é o Medical Insurance Relief Form, que pode ser encontrado no Revenue.

 

Saúde gratuita

Qualquer pessoa, indiferente da nacionalidade, tem direito ao serviço básico de saúde no país – Health Service Executive (HSE). Vale reforçar que o seguro privado é obrigatório aos intercambistas por exigência da imigração, mas quem estiver de passagem pelo país, tiver nacionalidade europeia ou estiver com visto de trabalho pode recorrer aos serviços gratuitos.

A Irlanda oferece atendimento em duas categorias: portadores do cartão Medical Card e os que não possuem o cartão. Para conseguir esse cartão existem alguns critérios, entre eles a baixa renda. A pessoa recebe o direito a atendimento de clínico geral, receita médica (que podem ainda ter uma cobrança), serviços hospitalares públicos, serviços odontológicos, maternidade e serviços de cuidados infantis. Quem não tem o cartão, tem direito a serviços de hospitais público, mas pode ter que pagar a internação e outras despesas ambulatoriais do hospital. São disponibilizados serviços de maternidade e cuidados dos bebês, mas não-europeus sem cartão de saúde não conseguem atendimento de clínico geral.

Doenças crônicas têm atenção especial no país. O tratamento de doenças como diabetes e AIDS, por exemplo, é gratuito.

 

Leia também: Irlanda oferece tratamento gratuito para portadores do HIV

Continue Reading
You may also like...
To Top