Dupla cidadania italiana: como tirar a sua
Connect with us

Dupla cidadania italiana: como tirar a sua

tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-a-dupla-cidadania-italiana

Documentos

Dupla cidadania italiana: como tirar a sua

O reconhecimento da dupla cidadania italiana dá ao reconhecido o direito de residir, trabalhar e estudar na Itália (e nos países que fazem parte da União Europeia) sem se preocupar com o tempo de permanência e ainda desfrutar da entrada em todos os países do continente.

A fila de espera para o processo de reconhecimento, até bem pouco tempo atrás, costumava se arrastar por anos, mas alterações recentes efetuadas no consulado italiano reduziram as filas significativamente.

Neste artigo reunimos as informações mais relevantes para quem pretende dar início ao processo de reconhecimento da cidadania para descendentes de italianos no Brasil. Ficou interessado? Confira!

Quem pode reivindicar o reconhecimento de dupla cidadania italiana

Quem nunca sonhou em trabalhar ou estudar fora do país, não é mesmo? Para aqueles que têm reconhecida sua dupla cidadania italiana, esse sonho, certamente, está muito mais próximo. Para obter a documentação, entretanto, é necessário trilhar um caminho burocrático que, por vezes, exige um pouco de paciência.

Ao contrário do que a maior parte das pessoas acredita, não existe um limite de gerações para cidadania italiana e, atualmente, já não é necessário que o bisneto tenha sua cidadania reconhecida antes do tataraneto, por exemplo.

O primeiro passo a ser seguido por aqueles que pretendem reivindicar o reconhecimento da dupla cidadania italiana é estruturar sua árvore genealógica para localizar seu antepassado italiano e identificar toda a linhagem até chegar a você.

É importante observar que, apesar de algumas exceções, é possível obter o reconhecimento de dupla nacionalidade pelo lado materno. Além do que, a esposa de alguém que possui cidadania italiana adquire esse direito automaticamente; já os homens jamais adquirem pelo casamento, apenas pela naturalização.

Documentação necessária para o processo de reconhecimento

Para atestar sua ascendência italiana, será necessário buscar uma vasta documentação, que inclui certidões de nascimento de seus antepassados. Os primeiros documentos a reunir são as certidões de nascimento dos seus pais e avós, além da sua. Esses documentos possuem local de nascimento e nome dos seus ascendentes até os bisavós.

A partir dessa altura, será necessário obter a certidão de nascimento do bisavô italiano ou, em alguns casos, do tataravô. Essa etapa costuma ser a mais demorada por conta dos trâmites em outros países, mas existem serviços de consultoria especializada na obtenção desses papéis.

Aqueles que têm pressa, entretanto, têm a opção de agilizar o processo de reconhecimento da nacionalidade italiana diretamente na fonte; viajando para a Itália, mais precisamente para a região onde viveram seus antepassados, para fazer a busca pelas certidões pessoalmente.

Essa é um ótima oportunidade não apenas de acelerar a burocracia e desfrutar das delícias gastronômicas e lindas paisagens italianas, mas também de encontrar um pedaço da sua história conhecendo as raízes da família.

dupla-cidadania

Agendamento online para entrevista na embaixada

Apesar de as alterações no sistema de agendamento de entrevistas na embaixada ou consulados italianos terem reduzido as filas de espera a quase zero, é necessário ter muita calma na hora de efetuar o agendamento online.

As vagas são disponibilizadas periodicamente no site da embaixada e cabe ao interessado pegar um dos horários ofertados. Uma vez realizada a entrevista, o descendente já sai com a garantia provisória do reconhecimento requerido.

Gostou do nosso artigo sobre o processo de reconhecimento da cidadania italiana? Compartilhe sua experiência conosco deixando um comentário no post.

Designer e especialista em artes visuais, aqui no DPB partilha seus mais interessantes e criativos achados da web. Divide seu tempo entre explorar Dublin, viajar o mundo e alguns outros projetos, como seu Instagram.

Click to comment
To Top