Irlanda tem cinco principais categorias de vistos para não-europeus viverem no país - DPB Intercâmbio
Connect with us

Irlanda tem cinco principais categorias de vistos para não-europeus viverem no país

20150303222815000000-1

Vistos

Irlanda tem cinco principais categorias de vistos para não-europeus viverem no país

Quem não nasceu na Europa, nem tem cidadania europeia, sempre esbarra na questão do visto ao escolher outro país do bloco econômico para morar ou passar uma temporada.

A Irlanda tem recebido cada vez mais brasileiros – estudantes, em sua maioria. Se você pensa em escolher esse lugar como sua casa, mesmo que por pouco tempo, é bom entender como funciona os vistos mais comuns e em quais condições eles se aplicam.

Os vistos emitidos pela Imigração da Irlanda podem ser divididos em cinco principais categorias – o Visa Stamp 0, 1, 2, 3 e 4. Entenda as características de cada um deles e quem pode receber esses vistos:

 

Vistos

Stamp 0 (permissão temporária e limitada)

A pessoa tem o direito de ficar no país sem receber benefícios do Governo e com seguro de saúde privado. Não é permitido trabalhar ou se envolver em negócios a não ser que isso esteja especificado na carta da imigração.

Quem pode aplicar:

Pessoas a serviço de empresas para tratar de objetivos específicos e por tempo limitado;

Situação humanitárias específicas;

Visitantes acadêmicos;

Mais informações

 

STAMP 1

A permissão é para aqueles que tem autorização do Ministério da Justiça e Igualdade para trabalhar para empresas no país dentro de um determinado período de tempo de acordo com o contrato de trabalho.

Quem pode aplicar:

Não-europeus com Work Permit;

Não-europeus com Green Card;

Não-europeus com permissão para trabalhar em um negócio com State Working Holiday Authorisation

 

STAMP 1A

Pessoas com permissão de permanecer na Irlanda com a proposta de treinamento em tempo integral em uma determinada instituição ou companhia e com prazo limitado e específico. Outros empregos não são permitidos.

Quem pode aplicar: Não-europeu estudando contabilidade.

 

STAMP 2

A permissão é repassada a estudantes de período integral, respeitando a legislação no que diz respeito a carga horária de trabalho (20 horas semanais e 40 horas semanais apenas no verão e fim de ano) sem ultrapassar o tempo limite especificado para o estudo.

Quem pode aplicar: Não-europeus em curso de período integral e reconhecido pelo Governo da Irlanda.

 

STAMP 2A

Permissão para estudantes sem autorização para trabalhar e se envolver em negócios ou usar recursos de fundo público.

Quem pode aplicar: Não-europeus em cursos não reconhecidos pelo Departamento de Educação e Ciência.

 

 

STAMP 3

Permissão para ficar na Irlanda sem trabalhar ou participar de negócios e com prazo específico.

Quem pode aplicar:

Visitantes não-europeus;

Aposentados não-europeus;

Membros de instituições religiosas (não-europeus);

Esposa/esposo ou dependente de um empregado não-europeu com permissão de trabalho.

 

 

STAMP 4

A permissão dá direito a trabalho em período integral, com benefícios semelhantes aos de europeus ou irlandeses

em geral. Em alguns casos, o visto tem prazo para renovação, em outros, a renovação acontece automaticamente.

Quem pode aplicar

Não-europeus com parente europeu;

Não-europeu casado com irlandês;

Refugiados (conforme determinados programas de proteção do Governo);

Pais não-europeus de uma criança irlandesa cujo pai/mãe tenha conseguido permissão para ficar no país.

 

 

O Stamp 4 também pode ser aplicado para trabalhadores que conseguiram Work Permit ou Green Card para fazer parte da equipe de uma empresa na Irlanda por mais de dois anos ininterruptos de registro na imigração – aplica-se, de modo geral, a trabalhadores com Stamp 1. Isso faz, inclusive, com que muitos brasileiros que escolheram a Irlanda como destino de intercâmbio, para estudar inglês, e acabaram conseguindo emprego em empresas sediadas no país recebam diferentes tipos de visto ao longo de sua estadia. A área de tecnologia da informação, por exemplo, absorveu no último ano 101 brasileiros que receberam o visto de permissão de trabalho. Muitos deles eram estudantes (Stamp 2), que passaram a ter autorização para trabalhar no país (Stamp 1). Depois de dois anos trabalhando para a mesma empresa, o trabalhador pode solicitar a autorização de trabalho mais ampla (Stamp 4), que permite a pessoa trabalhar sem o Work Permit – em outras palavras, você pode conseguir um emprego em qualquer empresa (sem ter que se registrar para o work permit) ou, em algumas modalidades do Stamp 4, abrir um negócio próprio.

Continue Reading
You may also like...
To Top