Quanto tempo preciso para aprender inglês no intercâmbio?
Connect with us

Quanto tempo preciso para aprender inglês no intercâmbio?

quanto-tempo-para-aprender-ingles-no-intercambio

Intercâmbio

Quanto tempo preciso para aprender inglês no intercâmbio?

Já faz algum tempo que aprender inglês deixou de ser um luxo ou um requisito opcional. Em um mundo globalizado, é o domínio dessa língua que permite muitos contatos e interações com outros profissionais e clientes, acesso a pesquisas e novidades da área de trabalho, participação em workshops e seminários.

Porém, quem ainda não domina o inglês e sabe que precisa correr atrás dessa aprendizagem com urgência geralmente se questiona: de quanto tempo eu preciso para aprender um novo idioma? Será que um intercâmbio pode acelerar esse processo e me tornar fluente?

Se você também possui esse tipo de dúvida, este post foi feito para você! Continue a leitura e descubra agora a resposta para essas perguntas!

 

O que acontece no cérebro ao aprender inglês

Para aprender uma nova língua, várias áreas do cérebro são ativadas. Inclusive, essa é uma das melhores formas de exercitá-lo!

Para adquirir vocabulário, é necessário ativar áreas relacionadas à memória. A compreensão do que o outro fala é processada em uma região conhecida como Área de Wernicke e a pronúncia, pela Área de Broca.

Mas não adianta ter vocabulário se você não conseguir reunir as palavras na ordem certa para produzir sentido. Essa tarefa é tão abrangente que usa diversas partes da massa cinzenta.

Para isso, seu cérebro forma milhares de sinapses — ligações entre os neurônios — e o esforço é tão intenso que chega a alterar a massa cinzenta do cérebro, o centro de operações da mente.  Incrível, não é mesmo?

A solução para aprender

Não pense que seu cérebro “sofre” com esse processo, apesar de ele ser complexo. É justamente com este tipo de desafio que ele se mantém ativo e saudável.

Portanto, nada de desistir! Para aprender inglês ou outra língua, a solução é simples: praticar.

Pense no cérebro como um armário cheio de gavetas. Em algumas, você guarda objetos que usa diariamente, e as abre toda hora. Em outras, há objetos meio esquecidos, quase não utilizados.

Agora, imagine: se o seu quarto ficar sem energia elétrica, qual objeto você encontrará mais fácil — o que usa diariamente e sabe exatamente onde fica ou aquele que não vê há meses?

Nossa mente trabalha da mesma forma. O estímulo repetitivo deixa a informação sempre acessível. Por isso, treine seu inglês, ouça músicas, leia, aproveite toda e qualquer oportunidade para conversar em inglês e perceba como a aprendizagem acontecerá mais naturalmente.

Ritmo individual

Cada pessoa tem um ritmo natural de aprendizagem, que varia de acordo com as diferentes áreas de conhecimento.

Portanto, não se assuste se seus colegas do curso aprenderem mais rápido, e também não se acomode se a situação for o inverso — treine mais para evoluir mais rápido.

Fatores que influenciam no desempenho

Entre os fatores que influenciam o ritmo de aprendizagem, estão a quantidade de exposição que temos à língua e nosso esforço em estudá-la, compreendê-la e relacioná-la com fatos que ajudem na memorização.

É muito vantajoso, por exemplo, assistir a um filme legendado, prestando muita atenção na relação entre o que os atores falam e o que aparece na legenda para descobrir como eles expressam aquelas ideias.

É como em um treino físico — força e foco fazem toda a diferença!

Vantagens da imersão

Em um programa de intercâmbio, o estudante terá algumas vantagens, pois ele estará cercado por falantes nativos e será exposto ao idioma todo o tempo. Dessa forma, basta aproveitar todas as oportunidades que a situação oferece para deslanchar no inglês e acelerar sua aprendizagem.

Em média, em um intercâmbio, quem começa do zero demora cerca de seis meses para se comunicar razoavelmente e um ano para falar com desenvoltura, embora ainda não seja fluente.

Agora, se você já tem algum conhecimento e investiu parte de seu tempo na aprendizagem, esse processo pode ser ainda mais rápido: um único ano que pode alavancar muitas oportunidades de carreira. Além disso, essa é uma experiência que traz muitas conquistas pessoais e profissionais. Visto por essa perspectiva, investir em um intercâmbio parece bastante interessante, não é mesmo?

Ficou animado para aprender inglês em um programa de intercâmbio? Então, você vai gostar de saber os benefícios de estudar inglês em Londres.

Designer e especialista em artes visuais, aqui no DPB partilha seus mais interessantes e criativos achados da web. Divide seu tempo entre explorar Dublin, viajar o mundo e alguns outros projetos, como seu Instagram.

Click to comment
To Top