Residência estudantil é opção para fazer novas amizades na Irlanda - DPB Intercâmbio
Connect with us

Residência estudantil é opção para fazer novas amizades na Irlanda

residencia-estudantil

Acomodação

Residência estudantil é opção para fazer novas amizades na Irlanda

O modelo de residência estudantil da Irlanda costuma abrigar estudantes dos mais diversos lugares do mundo que escolheram o país para estudar inglês ou fazer um curso de graduação. Em Dublin, existem inúmeras opções próximo à região central, em bairros mais culturais ou perto de universidades. Os apartamentos costumam ter quatro ou cinco quartos que podem ser compartilhados ou individuas. A cozinha e sala de estar normalmente são para todos os moradores. As refeições não estão inclusas no pacote e o estudante terá a chance de mostrar suas habilidades culinárias.

 

Benefícios

Manter a independência e estar entre pessoas com o mesmo objetivo – estudar – são alguns benefícios dessa acomodação. O convívio com diferentes nacionalidades permite explorar novas culturas, costumes e até outros idiomas.

A rotatividade de moradores é grande, mas bem diferente de hostel que recebe pessoas por apenas uma ou duas noites. As acomodações aceitam estudantes por um período maior – de uma semana ou mais. De um modo geral, os hóspedes passam pelo menos quinze dias ou um mês na residência estudantil, tempo para concluir os cursos de curta duração ou para reunir um grupo de amigos, alugar uma casa ou dividir com outros.

Uma vantagem também comum às residências estudantis é que estão quase sempre perto de supermercados, lavanderias, bares. As escolas de idioma costumam ter residências estudantis perto delas ou, pelo menos, com fácil acesso ao transporte público.

 

Desafios

Quem não está acostumado a compartilhar casa pode achar estranha a movimentação de tantos estudantes com rotinas diferentes. O perfil se distancia de um ambiente familiar. Outro desafio é em relação ao idioma, já que dificilmente você conseguirá interagir com um nativo nessas casas e encontrará muitas pessoas do seu país – por isso, cuidado para não esquecer o objetivo principal da sua experiência internacional.

Em casos em que a residência for mais afastada do centro, o intercambista pode ter problema nos primeiros dias no país, quando é preciso correr atrás dos principais documentos, como abertura de conta em banco e retirada de visto na imigração.

Para evitar qualquer descontentamento, é importante avaliar com cuidado a acomodação, pesquisa o acesso do transporte público, os serviços oferecidos na redondeza e as regras de cada casa. A União dos Estudante da Irlanda montou um guia sobre acomodação que pode ser bastante útil para quem ainda tem dúvidas.

 

Dicas

Antes de escolher o lugar, faça alguma pesquisa para saber quais são as referências sobre a acomodação. Evite ficar apenas com pessoas do seu país, pois isso o limitará na prática do novo idioma;

Consulte as normas mínimas de Acomodação para saber o que você pode exigir para sua residência;

Considere a segurança, mesmo que a Irlanda seja um país mais seguro que grande parte das regiões brasileiras, é importante ficar atento.

Leia também: Casa de família x residência estudantil: o que é melhor no intercâmbio?

To Top